domingo, abril 12, 2009

O bacalhau da Páscoa




Todo ano o almoço de Páscoa é na Vó Dete, casa cheia e barulhenta, a maior parte das pessoas concentrada na cozinha, daí a dificuldade de prestar atenção e fotografar o passo a passo, situação agravada este ano pelo grande número de crianças desgovernadas atrás do coelho e suas delícias.
Bom, primeiro ela dá uma fervida no bacalhau (já dessalgado), e tira lascas. Na mesma água cozinha batatas inteiras com casca. Numa panela (cada ano maior), ela frita cebola e tomate em rodelas grossas, alho em fatias, manjericão, acrescenta o bacalhau e dá uma refogada.
Aí é chegada a hora de montar o prato, batatas cozidas na água do bacalhau, o refogado de bacalhau, azeitonas pretas, ovos cozidos e uma quantidade vergonhosa de azeite. Tudo no forno até borbulhar. Mas diante do batuque na cozinha, a sinhá não conseguiu fotografar o prato pronto. Ahá!

4 comentários:

Anônimo disse...

Vivi, segundo a mamãe a bacalhoada estava aguada porque foi o papai quem fez. Vai saber...
Beijos.
Tia Ruth

Anônimo disse...

Vi, hoje comemos novamente a bacalhoada repaginada, segundo seu avô. Estava Mara....
Agora é esperar a próxima festa, que será no aniversário da Vovó.
Beijos, Tia Cris.

Ruth disse...

Vi, agora é testando o comentário não anônimo.

Olívia disse...

parabéns queridas, vocês são MARA!
agora o vovô irrita mesmo, vocês acreditam que quando ela estava começando a bacalhoada na sexta, naquele monte de ingredientes, ele começou a fazer pizza?